quarta-feira , dezembro 13 2017
Home / Alagoas / Inscrições da Olimpíada Brasileira de Matemática batem recorde em Alagoas

Inscrições da Olimpíada Brasileira de Matemática batem recorde em Alagoas

Mais de 350 mil alunos de 885 escolas estaduais, municipais, federais e particulares estão inscritos na Olimpíada

Valdir Rocha/Agência Alagoas

Alagoas teve recorde de inscrições na edição 2017 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Ao todo foram 350.413 estudantes, de 885 escolas estaduais, municipais, federais e particulares de todo o estado. Em relação ao ano passado, quando 742 instituições públicas se inscreveram, houve um aumento no número de unidades de ensino participantes. Até então, o recorde de inscrições era de 2015, com 744 escolas.

 Este ano houve um aumento na participação das escolas públicas. Foram 760 unidades inscritas – dezoito a mais do que em 2016 -, com 343.728 alunos. Em  2017,pela primeira vez, a Olimpíada também conta com a participação das escolas particulares, que, em Alagoas inscreveram 6.685 alunos, oriundos de 95 unidades e 27 municípios.

Em todo o Brasil, 18.240.170 alunos de 53.230 escolas e 5.545 municípios participam da OBMEP, cujas provas da primeira fase estão agendadas para o dia 6 de junho.

Expansão

Adelailson Peixoto, professor do Instituto de Matemática da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e coordenador da OBMEP no Estado, faz uma avaliação positiva das inscrições este ano. “A Secretaria de Educação e suas Gerências Regionais tiveram um desempenho importante neste resultado, fazendo um trabalho de socialização nos municípios com as escolas estaduais e municipais. Dentre as unidades da rede privada que estão em seu primeiro ano de participação tivemos 50% de inscritos”, informa.

Lilian Rosateli, supervisora de Práticas Pedagógicas e Organização do Currículo Escolar da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), diz que a Olimpíada é um incentivo para as escolas públicas. “Nossos alunos têm a chance de mostrar o seu potencial e talento, e os professores têm a sua disposição um material riquíssimo para uso em sala de aula”, avalia.

Criada em 2005, pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), a OBMEP visa fomentar o interesse pela Matemática entre os estudantes brasileiros e descobrir novos talentos.

Em Alagoas é coordenada pela Ufal, com o apoio da Seduc e das redes federal e municipais. Este ano, pela primeira vez, as unidades de ensino privadas também participam.

No ano passado, o Estado conquistou 72 medalhas: 62 bronzes, 8 pratas e 2 ouros- estes últimos conquistados pelos estudantes Pedro Lucas Lima Silva, da Escola Estadual Margarez Lacet, em Maceió, e Leonardo Marinho, do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campus Maceió.

Agência Alagoas