sexta-feira , Maio 25 2018
Home / Cidades / Sindpol formaliza pedido para substituir delegados do caso Roberta Dias

Sindpol formaliza pedido para substituir delegados do caso Roberta Dias

Data: 09/05/2018

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol-AL) protocolou nesta quarta-feira (9) um pedido para substituição dos delegados que compõem a comissão que investiga o desaparecimento e morte da jovem grávida Roberta Dias, em 2012, em Penedo.

O documento, endereçado ao delegado-geral Paulo Cerqueira, foi entregue por uma comissão do sindicato na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, em Jacarecica.

Para o sindicato, a comissão atual, presidida pelo delegado Cícero Lima, não vem investigando o crime de forma isenta, e precisa ser afastada do caso. Esse pedido foi feito após o vazamento da transcrição de uma conversa entre suspeitos, em que um deles confessa o homicídio.

O áudio está com a Polícia Civil desde 2016, e foi periciado pela Polícia Federal em 2017. O suspeito que fala no vídeo ainda não foi preso, e a comissão de delegados disse que precisaria de mais um mês para concluir a investigação.

“Ora, mediante tal áudio, sob a chancela de veracidade da própria Polícia Federal, tem-se aí apontada autoria, motivação e modus operandi, não restando, destarte, relação alguma com os Policiais Civis (…) Observando-se que a investigação apresenta erros crassos (…) solicitamos a Vossa Excelência que seja substituída a comissão que está responsável por esta investigação”, diz trecho do ofício com o pedido do sindicato.

Uma reunião estava marcada para esta quarta com o delegado-geral da PC, mas foi desmarcada e ainda não tem prazo para ser realizada. Na sexta (11), o sindicato se reúne com o promotor Magno Alexandre, do Controle Externo da Atividade Policial, na Promotoria de Justiça, no Barro Duro.

Em entrevista à imprensa na semana passada, o delegado Cícero Lima disse que somente a confissão não era o bastante para concluir o inquérito.

O caso foi parar também no Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg), que solicitou informações da comissão, para saber se houve negligência durante as investigações.

 

Fonte: G1/AL